quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Gothamitas [045] - Dois Mundos

Você conhece os heróis... Você conhece os vilões... Você conhece os policiais... Chegou a hora de conhecer Gotham City pelo olhar de seus verdadeiros habitantes: os GOTHAMITAS!!!


Existe um mundo onde a aparência é mais importante do que o conteúdo das conversas.

Existe um mundo onde o conteúdo das conversas é, além de fútil, tão vazio que não se consegue absorver nada dele.

Existe um mundo de onde você não consegue absorver nada, pois o que realmente importa é o tamanho de dígitos que consta no seu extrato bancário.

Existe um mundo onde os dígitos do seu extrato bancário te fazem ser mais, ou em alguns casos menos, importante do que os outros.

Existe um mundo onde ser importante é baseado no número de posses que constam no seu nome.

Existe um mundo onde as suas posses acabam por, indiretamente, mostrar como as pessoas deveriam ser aos olhos da sociedade.

Existe um mundo onde a sociedade só te aceita se você tiver uma determinada aparência.

É um ciclo que nunca termina.

Felizmente, eu não faço parte desta realidade.

Em contrapartida, existe outro mundo.

Um mundo onde pouco importa a sua aparência, desde que você seja uma pessoa agradável.

Um mundo onde se você for agradável, as portas se abrirão e você será bem recebido.

Um mundo onde te recebem bem, nem que seja pra compartilhar aquele pão com manteiga e um café “passado na hora”.

Um mundo onde uma refeição simples, é servida num local simples, com móveis e louças simples, mas com um carinho especial.

Um mundo onde um carinho especial está presente em todos os momentos, desde a recepção até a despedida.

Um mundo onde, na medida do possível, todos os momentos são de risada e alegria.

Um mundo onde a risada e a alegria, independem da sua aparência.

Também é um ciclo que nunca termina.

Felizmente, este é o meu mundo.

Existe o “Mundo dos Wayne” e o “Outro Mundo”.

E você, onde se encaixa?


Gostou? Não gostou? Comente abaixo e nos ajude a compor os próximos capítulos.

< ANTERIOR

Nenhum comentário:

Postar um comentário